O cristianismo salvará as democracias?

Eu sei que este artigo vai desagradar a todos os extremos, sejam eles políticos, anticlericais ou flanelinhas religiosas... Nele, o único partido que defendo, é o de Deus. Parece-me que as democracias estão em perigo, e não está em causa se é o modelo governativo ideal, mas se subsistirá ou degenerará para certas ideologias extremistas preocupantes. Um alerta e uma lembrança aos cristãos. Leia:

A perda de sentido do pecado e do sagrado

Escrever um artigo sobre uma realidade palpável e incontornável vai aborrecer os birrentos de plantão. Mas o carácter profético do batismo, reforçado pelo ministério, faz com que eu não possa ficar calado diante de tempos em que a banalização e a indiferença tomam de assalto os locais sagrados. Mais do que um artigo, um desabafo e uma esperança. Leia...

Acerca dos padrinhos no Batismo

A questão do batismo das crianças e a escolha dos padrinhos parece ser um dos assuntos que terminam muitas vezes em mal-estar e até mesmo afastamento da Igreja. Ora, parece ser necessário uma oportuna catequese, não só para o discernimento de quem escolhe os padrinhos, mas também para a compreensão das normas que não foram pensadas ao acaso.

Conheça o documento da Santa Sé sobre a Ideologia de Género

Conheça o documento da Santa Sé sobre a ideologia de género. Um desafio que a comunidade católica deve transformar em oportunidade para evangelizar e voltar a propor à nossa sociedade uma antropologia cristã. Um texto fundamental para os pais e educadores. Entre e leia uma resenha do documento e obtenha o link para o original...

A Ideologia de Género como um género ideológico

Segundo a socióloga alemã Gabriele Kuby, a ideologia de género “é a mais radical rebelião contra Deus que é possível: o ser humano não aceita que é criado homem e mulher, e por isso diz: 'Eu decido! Esta é a minha liberdade!' — contra a experiência, contra a Natureza, contra a Razão, contra a ciência! É a perversão final do individualismo: rouba ao ser humano o que lhe resta da sua identidade”. Leia...

O guru ideológico do Maio de 68

Na revolução do Maio de 68, um dos seus principais líderes estudantis (Daniel Cohn-Bendit) revelava que os contestatários tinham quase todos lido as obras de Sartre. Para entender o Maio de 68, precisamos conhecer o seu guru ideológico, Jean-Paul Sartre. Convido-o também a ler no fim deste artigo uma história inédita da revolução, contada por uma testemunha presencial... hoje, sacerdote da Igreja Católica.

Porque me abandonaste?

Após o nosso Salvador confiar a Mãe ao Apóstolo João, e na pessoa do discípulo amado, entregar toda a humanidade a Maria, ouvimo-Lo de novo, próximo à hora nona, pela quarta vez, num total de “Sete Palavras” ou frases, pronunciadas desde o momento em que perversos cravos trespassaram as suas adoráveis mãos e pés. Elevado, do alto patíbulo da cruz, com voz forte, clamou Jesus: “Eli, Eli, lemá sabactháni?, isto é: Meu Deus, meu Deus, porque me abandonaste?” Compreenda porque Jesus deu este brado...

O documento da Igreja que desmascara e condena o Reiki

"Uma vez que a terapia Reiki não é compatível com o ensinamento cristão ou científico, será inapropriado às instituições católicas, tais como os centros de saúde ou de espiritualidade católicos, ou qualquer um que represente a Igreja, tais como os capelães católicos, promover ou sustentar a terapia Reiki". Saiba porquê e leia a tradução do documento original...

Deus não está na agitação

Um coração agitado, um temperamento irascível e impulsivo, até mesmo violento, pode revelar uma consciência necessitada de paz, carente de amor, afogada nas paixões, até mesmo perdida no pecado. É preciso muito discernimento para tentar auxiliar estas patologias psíquicas e espirituais, e não existem fórmulas mágicas para resolver estas questões, mas a Igreja estende aos mais carentes da Graça de Deus a experiência sanadora que é oferecida através dos seus sacramentos, mormente a confissão.

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑