A unção dos enfermos e os supersticiosos desesperos

Pensar que a unção que o padre vai administrar aos doentes no hospital, em casa ou na igreja é para levar a pessoa à morte constitui hoje uma histeria generalizada que pouco ou nada tem a ver com a realidade. Deixe-se de desesperos e superstições nefandas, e dê-se conta da grande responsabilidade de zelar por este sacramento.

O Sacerdócio, crise recente e futuro

Uma reflexão sobre a crise recente no sacerdócio e o futuro do ministério num artigo do Cardeal Saraiva Martins traduzido por P. José Victorino de Andrade

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑