O caótico e o católico diante do evolucionismo

A autêntica ciência não tem a necessidade de formar uma ideologia em torno de controvérsias com outras disciplinas. Assim sendo, o conflito da ciência não é com a Fé, mas com as interpretações filosóficas da Fé. A ciência e a Fé não estão em contradição. Afirmar que são inimigas uma da outra é uma das grandes distorções culturais dos tempos modernos. A vulgarização da ciência é o problema e é, geralmente, fruto de uma questão ideológica.[1] Essas distorções devem-se ao fato de os pseudo-cientistas caírem em certos esquemas, promovidos muitas vezes por interesses econômicos ou políticos. A descrença não é fruto das novas descobertas e do progresso, mas de ideologias. “Nós devemos defender a liberdade religiosa contra a caracterização de uma ideologia que se apresenta como se fosse a única expressão da razão […]”.[2]

Darwin, após perder a sua Fé no anglicanismo e tornar-se avesso à religião, tentou por todos os meios eliminar qualquer traço do divino na sua teoria da evolução.[3] Mais tarde, os seus discípulos, E. Haeckel e T. H. Huxley, propuseram a teoria da evolução como um instrumento de propaganda antirreligiosa a favor de suas ideologias materialistas.[4]

Agora, para o crente, não há oposição entre criação e evolução, se esta for entendida como um programa da criação. O conflito ocorre quando a criação é substituída pela evolução no sentido em que a criação do mundo e tudo o que lhe está inerente é resultado do puro acaso. O co-descobridor do ADN, prêmio Nobel da Medicina, Francis Crick, analisando e observando as maravilhas da vida, não pensa assim. Reverente perante o mistério da vida, Crick afirmou: “Um homem honesto apenas poderia afirmar que a origem da vida se parece, neste momento, mais como um milagre”. [5]

O Cardeal Ratzinger, ao falar da posição certa na qual se deve posicionar a questão da evolução e da criação, declarou: “A teoria da evolução procura entender e descrever o desenvolvimento biológico. Mas ao fazê-lo, não pode explicar de onde vem o ‘projeto’ da pessoa humana, ou a sua origem, ou mesmo a sua natureza particular. Para isso seriamos confrontados com duas realidades complementares, que não se excluem mutuamente”.[6]

Ninguém duvida que houve um desenvolvimento da vida na terra a que se pode chamar evolução. Mas que isto seja a única causa da criação do mundo é simplesmente um ato de cega descrença. A maneira como a vida progrediu não pode ser aleatória. Infelizmente, a simplificação da ciência é um caminho para sair-se bem. É sempre mais confortável descer o monte do que subi-lo.

Qual será o lugar do homem no universo? Seremos fruto do mero acaso? Será que tudo aconteceu sem propósito? O livro do Gênesis dá-nos uma bonita descrição da criação na qual o homem faz parte da fase conclusiva. “Deus criou o ser humano à sua imagem, criou-o à imagem de Deus” (1, 27). O que é importante na narração do Gênesis é o fato que introduz a ideia de “criação” no sentido de um Deus inteligente criador do mundo e do homem à Sua imagem. A partir daí, o mundo não se torna mais o resultado de um trabalho caótico do acaso, mas um plano racional e inteligente.

 

Traduzido e adaptado por Pe. José Victorino de Andrade dos escritos do Pe. François Bandet, publicados na Lumen Veritatis, n. 6, Jan./Mar. 2009.

_____________

[1] Cf. Scienza e non credenza, the plenary assembly of The Secretariat for Non-Believers, March 31 – April 3, 1981; P. Haffner, The Mystery of Reason, Gracewing, Herefordshire, 2001, 160,161.

[2] J. Ratzinger, La Repubblica, 19 November 2004, Interview of Cardinal Ratzinger with Marco Politi.

[3] Cf. C. Darwin, The Autobiography of Charles Darwin, Barlow & Collins, London 1958, 85-87.

[4] Cf. P. Haffner, Creazione e scienze, Millstream Productions, Roma, 2008, 177.

[5] F. Crick, Life Itself: It’s Origin and Nature, Simon & Schuster, New York, 1981, 88.

[6] J. Ratzinger, In the Beginning, T&T Clark, Edinburgh, 1995, 50.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: